Publicado por: cesj | 04/09/2012

A IMPORTÂNCIA DAS ÁREAS VERDES NO AMBIENTE ESCOLAR

GOVERNO DO

ESTADO DO CEARÁ

4ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação – Camocim – Ce

Colégio Estadual São José _ Granja- Ce

Área: Ciências Humanas

 

 

 

A IMPORTÂNCIA DAS ÁREAS VERDES NO AMBIENTE ESCOLAR

PROJETO PEDAGÓGICO

DISCIPLINAS: Geografia e Formação para cidadania

PÚBLICO-ALVO: alunos do 3° ano “A” e 3° ano “B” do Colégio Estadual São José

PERÍODO: de abril a agosto

RESPONSÁVEL: prof° Vivian Teixeira Linhares De Oliveira.

COLABORADORES: Diretores de turma , professores do ambiente LEC e Biologia.

 

INTRODUÇÃO

A arborização urbana atua diretamente sobre o conforto humano no ambiente por meio das características naturais das árvores , proporcionando uma qualidade de vida melhor. Sendo assim , é fundamental se fazer um planejamento para a arborização urbana para que a árvore plantada traga benefícios e não transtornos para a população em geral e para a fauna urbana.

Diante disso, surge a importância da arborização nas escolas, para que possamos sensibilizar os estudantes no plantio e conservação das áreas verdes e na qualidade ambiental dentro da comunidade do Colégio Estadual São José.

 

 

JUSTIFICATIVA

 

Nestes tempos em que a informação assume um papel cada vez mais relevante , a educação para cidadania representa a possibilidade de sensibilizar e até mesmo motivar os educandos a serem co-responsáveis na real defesa da qualidade de vida. Dentro deste contexto é válido destacara que a educação ambiental assume cada dia mais uma função transformadora.

A arborização, a qual objetivamos trabalhar, atua na melhoria da qualidade de vida dentro do ambiente escolar; elas diminuem os ruídos, melhoram a qualidade do ar no consumo do gás carbônico e na produção de oxigênio , harmonizam as paisagens urbanas, aumentam a umidade reduzindo as temperaturas , fauna e flora urbanas são preservadas; dentre outras.

Vale mencionar , que as áreas descampadas contribuem negativamente para o clima , tornando -o mais quente , contribuindo para a chuva ácida , enchentes , oscilações de temperaturas dentre outros problemas que veem causando uma série de transtornos percebidos principalmente dentro dos espaços urbanos.

Diante disso, surge a relevância de uma análise da arborização do minicípio de Granja, a partír do ambiente escolar do Colégio São José .Dentro deste contexto,objetivamos trabalhar a importância de um espaço arborizado e sensibilizar nossos educandos à conservação e preservação da mesma para uma melhor qualidade de vida em nosso espaço.

 

 

OBJETIVO GERAL

Promover o conhecimento e compreensão dos alunos sobre a importância da existência , preservação e conservação das áreas verdes nos espaços urbanos a partir do ambiente escolar.

OBJETIVO ESPECÍFICO

Sensibilizar os educandos a serem co-responsaveis pela melhoria da qualidade de vida a partir de mudanças de posturas em relação ao plantio ,preservação e conservação das áreas verdes ,incutindo no educando o exercício da cidadania.

Formar cidadãos capazes de serem disseminadores da consciência da importância das áreas verdes, afim de serem preservados em nossa comunidade.

Estimular a população na realização de plantios e cuidados com as árvores.

 

METODOLOGIA

Realização de uma aula introdutória sobre a relevância da temática e sensibilização dos educandos para a realização do projeto.

 

 

Realizar atividades dinâmicas que promovam a sensibilização da importância das árvores.

 

 

Reunir os estudantes em grupos e orientá-los a pesquisar tema relacionado à tipos de solos e preparação dos mesmos para o plantio,espécies adequadas ao nosso clima , plantio.

 


Exposição de vídeos e filmes que explorem à temática do projeto.

 

Produzir textos , pinturas e cordéis que registrem percepções subjetivas sobre as melhoras na qualidade de vida (clima, aspectos visuais , dentre outros).

 

 

Realização de palestras com profissionais capacitados na área.

 

Aulas práticas (visitas a áreas arborizadas e áreas que não são , afim de realizarmos comparativos).

 

Coletas de mudas e esterco.

 

Atividade de plantio e cuidados com as mesmas.

 

Confecção de folders sobre a temática.

 

AVALIAÇÃO

Após as atividades colocadas em prática , espera-se que o discente seja capaz de compreender e sobretudo praticar em seu cotidiano a preservação das áreas verdes ,sobretudo a ser um agente disseminador , propagando seus conhecimentos com o objetivo de sensibilizar a sociedade a qual está inserido.

Para tanto , os educandos socializaram sua prática com os demais colegas dentro do ambiente escolar , através de relatos em salas de aulas diversas e na feira de ciências, bem como através da realização de seminários em sala , apresentação de cordéis e pinturas.

 

CRONOGRAMA

 

 

ETAPAS

ABR

MAI

JUN

AGO

Divulgação do projeto junto a comunidade escolar

X

Pesquisas referentes ao solo e plantas que se adequem ao nosso clima. Enfoque para o dia da árvore.

X

X

Aula de campo (visita a ambientes arborizados e não arborizados).

X

Palestras com profissionais da área.

X

Preparação do solo para o plantio e plantio.

X

X

Confecção dos folders, cordéis e pinturas.

X

Socialização das práticas em sala.

X

 

RESULTADOS

A arborização , além da função paisagística , proporciona inúmeros benéficios à população tais como: melhoria na qualidade de vida , redução da poluição devido aos processo de oxigenação, neutralizando os efeitos na população ,diminuição da poluição sonora, diminuição das temperaturas externas e absorção dos raios , sombreamento e valorização visual e ornamental do espaço físico.

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Considera-se área verde urbana , qualquer área de propriedade pública ou privada que apresente algum tipo de vegetação com objetivos sociais, ecológicos, científicos e culturais .

As áreas verdes , fornecem um elemento essencial para o bem estar da população , oferecendo áreas de recreação , paisagismo , preservação da fauna e flora. Alguns efeitos causados pela vegetação no meio urbano estão relacionados com a melhoria da qualidade de vida do ar e do conforto térmico , além dos efeitos psicológicos e externos.

A percepção ambiental , tida como uma tomada de consciência do ambiente pelo homem ,junto à sua conscientização em relação as áreas verdes no meio urbano , leva -o a uma reflexão crítica de interação entre homem e ambiente em que vive de forma a perceber melhor esse ambiente ,aprendendo a proteger e cuidar dele da melhor forma possível.

 

 

BIBLIOGRAFIA

BONONI,V.R.L. Controle ambiental de áreas verdes. USP , São Paulo Editores, Junior ,A.P, Romério M.A, Bruna ,G.C, Barueri – SP 2004

 

PAIVA, Haroldo nogueira de: Florestas urbanas : planejamento para melhoria da qualidade de vida/ Viçosa-MG: aprende fácil, 2002

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: